Notas Sobre eCall

eCall Todos os Pontos de Atendimento de Segurança Pública (PASP) dos Estados Membros, serão obrigados, no que confere ao eCall, a concluir as necessárias atividades de atualização da sua infraestrutura tecnológica e a proceder à respetiva certificação até 1 de Outubro de 2017. Após 31 de Março de 2018, todos os veículos ligeiros e ligeiros de mercadorias, vendidos na União Europeia, devem ter instalado um equipamento de eCall baseado no número 112. O eCall é uma chamada de emergência 112 que poderá ser despoletada manualmente pelos ocupantes do veículo ou automaticamente sempre que os sensores a bordo do veículo detetarem uma colisão grave. Quando ativado, o eCall estabelece uma conexão de voz com o PASP mais adequado. Utilizando a linha de voz, é simultaneamente enviado um conjunto mínimo de dados (MSD) ao operador do PASP. A informação mais relevante é a precisa geolocalização do local do acidente, bem como a marca e o modelo do veículo. A localização exata da colisão é vital para uma resposta mais rápida dos serviços de emergência, abreviando o tempo de chegada dos meios de socorro ao local do acidente. Esta redução de tempo traduz-se em vidas salvas. eCall para veículos pesados (incluindo mercadorias perigosas) e autocarros de passageiros de longo curso. Os objetivos são:

  • Salvar as vidas dos condutores e passageiros;
  • Prevenir os riscos associados a acidentes envolvendo veículos que transportam cargas perigosas, de modo a evitar o comprometimento das vidas das pessoas envolvidas no acidente e as dos prestadores de serviços de emergência e socorro. Por outro lado visa também mitigar o risco de poluição do meio ambiente.

eCall para veículos motorizados de 2 rodas (PTW) Diferenças a salientar relativamente ao eCall de veículos ligeiros:

  • Provável separação entre o condutor e o veículo devido às características dinâmicas dos veículos de 2 rodas;
  • Identificação de queda (com ou sem colisão do veículo com um objeto sólido);
  • Conexão de voz não presente ou impossível de ser estabelecida;
  • Dinâmica do acidente com diferentes padrões de lesões e distintos graus de gravidade.

A atividade NG112 eCall (Next Generation 112) endereça a evolução das tecnologias de comunicação móveis e a forma como as mesmas podem ajudar a melhorar a experiência eCall (ex: uma mais rápida transferência de dados e utilização de novos sensores). Integração de dados: sempre que uma chamada eCall é recebida num PASP, público ou privado, há necessidade de proceder à gestão dos dados recebidos. É também necessário entender e gerir os dados num contexto de evolução tecnológica dos PASP para a era digital, em ambientes onde serão recebidas diferentes tipologias de chamadas 112 e de dados gerados pelo público. Como funciona o eCall  

i_HeERO Graphic v3 2016

eCall salva vidas Adquirindo de forma imediata a geolocalização e informação adicional sobre a colisão, o tempo de resposta dos serviços de emergência é abreviado em 50% nas zonas rurais e 40% nas áreas urbanas. Graças ao tempo ganho espera-se que só na União Europeia, o eCall salve centenas de vida e ajude a reduzir o grau de severidade de milhares de feridos por ano. Calcula-se que os acidentes rodoviários custem cerca de €160 biliões de euros/ano, mas com a utilização do sistema eCall estima-se uma poupança de €20 biliões de euros/ano. O eCall será obrigatório na União Europeia e deverá estar também operacional na Islândia, Noruega e Suíça. A Federação Russa desenvolveu um sistema semelhante, denominado ERA GLONASS. A União Europeia e a Rússia têm vindo a trabalhar conjuntamente com o objetivo de garantir a interoperabilidade entre o eCall e o ERA GLONASS, de modo a que o eCall possa funcionar em território russo e o ERA GLONASS na União Europeia.